HOME | GERAL | ESPORTES | POLÍTICA | CIDADES | SAÚDE | POLICIAL | INTERNACIONAL | FOTOS | VÍDEOS | TORPEDOS

 

...

05/07/2017
Imprensa nacional destaca incoerência de Cássio ao criticar o presidente ‘Temer governa para apenas 200 brasileiros’



A insatisfação de parte do PSDB com Michel Temer anda esquentando a língua dos tucanos segundo trouxe a revista Veja nesta semana. Cássio Cunha Lima (PB), vice-presidente do Senado, é conciso ao afirmar que, nas atuais circunstâncias, o presidente foca todas as suas energias para convencer a Câmara a não aceitar a denúncia da PGR contra ele. Porém o tucano é o mesmo que há poucos meses teceu severos elogios ao modo de Temer administrar o país.

 

“O país tem pouco mais de 200 milhões brasileiros, hoje, Temer governa para apenas para 200 deles”, critica Cássio. Para livrar-se da acusação de Rodrigo Janot e evitar o afastamento do mandato, o presidente precisa dos votos de 171 deputados.

 

Há poucas semanas atrás o 1º vice-presidente do Senado, Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), afirmou em discurso na reunião de balanço de um ano do governo Michel Temer, que a administração do peemedebista era muito ousada, corajosa e, sobretudo tinha responsabilidade com o país.

 

“É preciso pensar como qualificar esse período de um ano. Poderíamos usar vários adjetivos, menos um: populismo. Definitivamente esse não é um governo populista. É um governo que tem, com muita ousadia, coragem e, sobretudo, responsabilidade e compromisso com o futuro do Brasil”, discursou Cunha Lima,

 

Cunha Lima afirmou que o governo Temer vem enfrentando os desafios preservando conquistas sociais. “Temos, como governo que somos, coragem de combater esse terrorismo dos mesmos que, nas eleições, amedrontam os mais pobres dizendo que o Bolsa Família vai acabar”, afirmou Cássio.

 

 

Redação 






 
 
 



 

 

 

 

www.jornaldeverdade.com.br

  Jornalistas do Programa: Juarez Amaral
Paulo Roberto
Polion Araújo
Carlos Magno

Programa diário na Rádio Cidade Esperança - 1310 AM
Contatos pelo telefone: (83) 3349-2013 / (83) 3341-4999