HOME | GERAL | ESPORTES | POLÍTICA | CIDADES | SAÚDE | POLICIAL | INTERNACIONAL | FOTOS | VÍDEOS | TORPEDOS

 

...

22/06/2017
Jogadores da Raposa lamentam a falta de sorte



A maioria dos jogadores do Campinense aponta a má sorte como sendo a principal razão para o clube estar atravessando o pior momento de sua história na Série D do Campeonato Brasileiro. Para os atletas, não está faltando entrega e muito esforço de todo o elenco, mas o clube vem desperdiçando muitas chances de gols. “A bola está teimando em não entrar. Bate na trave, no goleiro, vai para fora, é incrível o que vem acontecendo. A gente está muito chateado, porque o Campinense sempre brigou lá em cima, e agora está numa situação como esta. Mas, vamos dar a volta por cima, e colocar o clube no lugar onde merece”, disse o lateral Osvaldir.

 

Assim como Osvaldir, os outros jogadores também acreditam na recuperação do Campinense, neste jogo de domingo, às 18 horas, contra o Atlético de Carpina. O goleiro e capitão da equipe, Gledson, está tratando esta semana como a mais importante da vida de todos os jogadores do elenco. “Nós estamos encarando esta semana, como a mais importante de nossa carreira. Sabemos que o Campinense não merece estar passando pelo que está passando. Nós temos 70 por cento de chance de classificação, e vamos entrar com tudo contra o Atlético. Vamos ganhar e nos classificar. Está em jogo o nome do time, e também o nosso emprego”, disse o goleiro.

 

Para o atacante Reinaldo Alagoano, o que passou, passou, e agora é tudo ou nada. “Nós estamos focados, e vamos vencer. Se eu não acreditasse nesta recuperação, era melhor arrumar a mala e pedir para ir embora. Nós sabemos que é vencer ou vencer, ou a maioria de nós estaremos desempregados na próxima segunda-feira”, reforçou o atacante.

 

 

Redação 






 
 
 



 

 

 

 

www.jornaldeverdade.com.br

  Jornalistas do Programa: Juarez Amaral
Paulo Roberto
Polion Araújo
Carlos Magno

Programa diário na Rádio Cidade Esperança - 1310 AM
Contatos pelo telefone: (83) 3349-2013 / (83) 3341-4999