HOME | GERAL | ESPORTES | POLÍTICA | CIDADES | SAÚDE | POLICIAL | INTERNACIONAL | FOTOS | VÍDEOS | TORPEDOS

 

...

28/05/2017
Equilíbrio marca confrontos entre o Belo e o CSA; as duas equipes jogam neste domingo no Almeidão

Botafogo-PB e CSA só se enfrentaram 11 vezes em partidas oficiais, sendo 5 em campeonatos brasileiros, no período de 1976 até 1985, e 6 vezes pela Copa do Nordeste, desde 1994 até os dias atuais. O clube alagoano leva uma ligeira vantagem sobre o paraibano. O CSA venceu 4 vezes, enquanto o Belo ganhou 3 e houve 4 empates.
 

Pelo Campeonato Brasileiro, a última vez que os dois clubes se enfrentaram foi em 10 de abril de 1985. Foi um dia que não traz boas recordações ao torcedor botafoguense. O clube de Maceió venceu de goleada, a maior já registrada no confronto, 5 a 1, em partida disputada no Estádio Rei Pelé, em Alagoas. Nesta competição, o CSA venceu dois jogos, o Belo 1 e houve 2 empates.
 

Já na Copa do Nordeste, os jogos foram mais recentes. O último aconteceu em 25 de agosto de 2010, no Almeidão, em João Pessoa, e terminou empatado em 0 a 0. Na competição regional, o CSA venceu duas vezes, o Botafogo também, e houve dois empates. A vitória mais expressiva do Belo sobre os alagoanos ocorreu em 30 de janeiro de 2000, quando o time paraibano venceu por 3 a 0, em partida disputada no Estádio Almeidão.
 

Preparação

Alheios aos números do confronto, os jogadores do Botafogo estão focados para conseguir uma vitória neste domingo, que pode tirar o time da zona de rebaixamento, e se aproximar do bloco dos líderes. Depois de empatar na estreia com o Cuiabá, em casa, e perder para o Fortaleza no Ceará, o Belo precisa fazer bem o dever de casa neste domingo, em um jogo de 6 pontos, já que também seguraria o líder atual do grupo.
 

O técnico Itamar Schülle admite que é fundamental vencer o CSA, e depois o Salgueiro, também em casa, para se manter na briga na zona de classificação. Ele acredita na vitória do clube, e não concorda com alguns críticos, de que vem escalando muitos volantes na equipe.

 
“Eu não sei nem como responder a este tipo de pergunta. No jogo contra o Fortaleza, eu entrei com apenas 2 volantes e 2 meias, Marcinho e Cleiton, e mesmo assim, a equipe não conseguiu jogar no ataque o tempo todo, como querem estas pessoas. Uma equipe pode ser ofensiva com volantes ou defensiva sem eles, depende da forma de jogar e das circunstâncias de um jogo. Essas pessoas esquecem que o Botafogo teve o melhor ataque do Campeonato Paraibano”, disse o treinador.

 Redação






 
 
 



 

 

 

 

www.jornaldeverdade.com.br

  Jornalistas do Programa: Juarez Amaral
Paulo Roberto
Polion Araújo
Carlos Magno

Programa diário na Rádio Cidade Esperança - 1310 AM
Contatos pelo telefone: (83) 3349-2013 / (83) 3341-4999