HOME | GERAL | ESPORTES | POLÍTICA | CIDADES | SAÚDE | POLICIAL | INTERNACIONAL | FOTOS | VÍDEOS | TORPEDOS

 

...

16/05/2017
Gás natural já chega a 12,7 mil consumidores na PB

Gás natural já chega a 12,7 mil consumidores na PB, afirma diretor da PBGás

 Na Paraíba, o gás natural vem conquistando cada vez mais consumidores pela sua praticidade, economia e segurança Segundo dados da Companhia Paraibana de Gás (PBGás) foram 2.050 ligações residenciais e comerciais de janeiro a novembro de 2015, contra 2.117 no mesmo período de 2016. Os resultados revelam um crescimento de 3,2% em relação ao ano passado, mesmo em um ano marcado por crise econômica e pelo desaquecimento do mercado residencial. O mercado total da Companhia em 2016 apresentou um consumo médio de 273,2 mil m³/dia.

A PBGás chegou a marca de 12.788 unidades residenciais e comerciais ligadas ao gás natural, em João Pessoa e Campina Grande. No segmento industrial, a PBGás atende pelo menos 37 empresas. Além disso, uma frota acima de 22 mil veículos utiliza o Gás Natural Veicular (GNV) como combustível.

As informações são do diretor presidente da PBGás, George Ventura Morais. Ele explica que o gás natural é um combustível que possibilita infraestrutura para atração de novos investimentos, principalmente nos segmentos da indústria e do comércio, porque serve como um importante vetor de desenvolvimento.

A comercialização anual é de 100.679.616 m³ de gás natural. "Essa preferência dos paraibanos pelo gás natural também decorre da facilidade do seu manuseio e pelo limitado efeito ambiental da sua queima. O nosso principal foco, de alguns anos para cá, vem sendo o mercado comercial e residencial, hoje com mais de 12 mil estabelecimentos que usam esse novo combustível, mais limpo e mais eficiente. Atualmente, são 325 edifícios em João Pessoa e Campina Grande ligados ao gás natural, servindo de combustível para o funcionamento de forno, fogão e para aquecimento de água nos chuveiros e piscinas", informa.

Na Paraíba, o gás natural vem conquistando cada vez mais consumidores pela sua praticidade, economia e segurança. Segundo dados da Companhia Paraibana de Gás (PBGás) foram 2.050 ligações residenciais e comerciais de janeiro a novembro de 2015, contra 2.117 no mesmo período de 2016. Os resultados revelam um crescimento de 3,2% em relação ao ano passado, mesmo em um ano marcado por crise econômica e pelo desaquecimento do mercado residencial. O mercado total da Companhia em 2016 apresentou um consumo médio de 273,2 mil m³/dia.

A PBGás chegou a marca de 12.788 unidades residenciais e comerciais ligadas ao gás natural, em João Pessoa e Campina Grande. No segmento industrial, a PBGás atende pelo menos 37 empresas. Além disso, uma frota acima de 22 mil veículos utiliza o Gás Natural Veicular (GNV) como combustível.

As informações são do diretor presidente da PBGás, George Ventura Morais. Ele explica que o gás natural é um combustível que possibilita infraestrutura para atração de novos investimentos, principalmente nos segmentos da indústria e do comércio, porque serve como um importante vetor de desenvolvimento. A comercialização anual é de 100.679.616 m³ de gás natural.

"Essa preferência dos paraibanos pelo gás natural também decorre da facilidade do seu manuseio e pelo limitado efeito ambiental da sua queima. O nosso principal foco, de alguns anos para cá, vem sendo o mercado comercial e residencial, hoje com mais de 12 mil estabelecimentos que usam esse novo combustível, mais limpo e mais eficiente. Atualmente, são 325 edifícios em João Pessoa e Campina Grande ligados ao gás natural, servindo de combustível para o funcionamento de forno, fogão e para aquecimento de água nos chuveiros e piscinas", informa.

Redação 






 
 
 



 

 

 

 

www.jornaldeverdade.com.br

  Jornalistas do Programa: Juarez Amaral
Paulo Roberto
Polion Araújo
Carlos Magno

Programa diário na Rádio Cidade Esperança - 1310 AM
Contatos pelo telefone: (83) 3349-2013 / (83) 3341-4999