HOME | GERAL | ESPORTES | POLÍTICA | CIDADES | SAÚDE | POLICIAL | INTERNACIONAL | FOTOS | VÍDEOS | TORPEDOS

 

...

26/02/2017
Secretaria faz campanha contra o assédio à mulher no Carnaval


Insistir e forçar a barra mesmo depois de ouvir um não; mão boba, puxão de cabelo e beijo à força; pronunciar frases pejorativas ou com caráter sexual para uma mulher pelo tamanho de sua roupa ou decote. Essas são condutas rotineiramente vistas em festividades como as de Carnaval, no entanto, são violentas, constrangedoras e criminosas.

“Essas atitudes viraram parte da cultura do Carnaval, parece que tudo pode, mas são abusos e em alguns casos podem configurar até estupro”, afirma a gerente de Gênero da Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana, Elinaide Carvalho.

Segundo ela, pelo terceiro ano a pasta lança uma campanha para combater esse tipo de assédio, no sentido de informar tanto homens quanto mulheres sobre o que não deve ser feito nem aceito por parte de quem sofre a violência.

As peças gráficas estão sendo distribuídas de forma digital, em todas as redes, desde a última sexta-feira (17). Nelas, também são dadas orientações para as vítimas, alertando que é preciso e possível denunciar o agressor, comparecendo às delegacias especializadas e seccionais em todo o Estado.

Além disso, conforme Elinaide, a campanha estimula as mulheres a procurarem os serviços de saúde de referência, principalmente no caso de estupro, para realizar todo o citológico, com exames de detecção de Doenças Sexualmente Transmissíveis e de prevenção à gravidez. “Praticamente todas as mulheres que brincaram alguma vez Carnaval tiveram o dissabor de experimentar um assédio sexual, seja com piada, com tentativa de beijo roubado. É tão normal, que ficou naturalizado. Muitas mulheres vivem isso sem saber que é violência”, comenta a professora doutora da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Glória Rabay.

 

Redação com da Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana






 
 
 



 

 

 

 

www.jornaldeverdade.com.br

  Jornalistas do Programa: Juarez Amaral
Paulo Roberto
Polion Araújo
Carlos Magno

Programa diário na Rádio Cidade Esperança - 1310 AM
Contatos pelo telefone: (83) 3349-2013 / (83) 3341-4999