HOME | GERAL | ESPORTES | POLÍTICA | CIDADES | SAÚDE | POLICIAL | INTERNACIONAL | FOTOS | VÍDEOS | TORPEDOS

 

...

09/02/2017
Glédson falha e Campinense é eliminado da Copa do Brasil

Glédson falha e Campinense é eliminado da Copa do Brasil

 Em uma noite que teve futebol superior ao adversário, o Campinense teve seu ídolo Glédson como grande vilão em sua eliminação na Copa do Brasil de 2017. O arqueiro rubro-negro cometeu um erro bobo e fez o pênalti que começou a construir a vitória por 2 a 0 da Ponte Preta no estádio Amigão, em Campina Grande.


Precisando vencer, já que pelo novo regulamento da competição o time melhor rankeado joga por até um empate para chegar na próxima fase, o Campinense foi para cima da Macaca em busca da vitória desde o início da partida. E já aos 8 minutos a Raposa fez boa jogada pela esquerda com Thiago Orobó, que tocou para Renatinho na direita, que chutou de perna esquerda e obrigou Aranha a fazer sua primeira boa intervenção no jogo.


Sem se expor muito, a Ponte Preta também não abdicava de atacar, e jogando com três atacantes, utilizava-se muito de William Pottker, aberto pela direita, para buscar suas melhores chances, que não eram tão claras, mas apareciam em bolas paradas.


A Raposa tentava chegar de maneira mais incisiva, e aos 33 minutos Renatinho subiu pela direita e de trivela cruzou para Jussimar, que de cabeça mandou no canto direito rasteiro do arqueiro, que caiu e fez a defesa sem muita dificuldade.


No segundo tempo e Ponte começou pressionando em bolas paradas. Em dois escanteios, aos 4 e 5 minutos, Pottker chegou a assustar a defesa. Mas quem chegou com perigo mesmo foi o Campinense, que aos 10 minutos fez boa jogada pela esquerda, onde Ronaell buscou a inversão para Renatinho na direita. O baixinho ajeitou para Magno, que soltou a bomba da meia lua. Aranha espalmou e Thiago Orobó quase aproveita o rebote.


Aos 17, quase o rubro negro abre o placar mais uma vez. Após cruzamento na área, Joécio aproveitou o bate rebate e cabeceou quase da pequena área, mas o arqueiro da Ponte fez grande defesa para evitar o gol.


Muito superior na segunda etapa, o Campinense sofreu o castigo em um lance bizarro. Aos 24 minutos da segunda etapa, Glédson segurou a bola e soltou nos pés de William Pottker. Na tentativa de se recuperar, derrubou o artilheiro do último brasileiro e cometeu o pênalti. Na Cobrança, Pottker bateu no canto esquerdo de Glédson, que pulou para o outro lado, e abriu o placar.


E a Raposa não teve nem tempo para reagir. Aos 27, o time de Campinas tratou de matar o jogo. A defesa do Campinense deu espaço e William Pottker recebeu no meio e tentou chutar. A zaga dividiu a bola, que sobrou para Lins na esquerda. O atacante só colocou no canto esquerdo de Glédson e fez o segundo gol dos visitantes.


O Campinense se abateu com os gols sofridos em sequência e não conseguiu mais criar. A Ponte aproveitou para administrar o placar de 2 a 0 para garantir a volta para a Campinas com a vaga para a segunda fase da Copa do Brasil na bagagem.



Redação com Voz da Torcida






 
 
 



 

 

 

 

www.jornaldeverdade.com.br

  Jornalistas do Programa: Juarez Amaral
Paulo Roberto
Polion Araújo
Carlos Magno

Programa diário na Rádio Cidade Esperança - 1310 AM
Contatos pelo telefone: (83) 3349-2013 / (83) 3341-4999