HOME | GERAL | ESPORTES | POLÍTICA | CIDADES | SAÚDE | POLICIAL | INTERNACIONAL | FOTOS | VÍDEOS | TORPEDOS

 

...

23/01/2017
Morre no Hospital de Trauma agente de trânsito da Operação Lei Seca atropelado por empresário na Paraíba



O Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, confirmou, na noite de ontem (22), por meio de nota, a morte do agente de trânsito do Detran/PB, Diogo Nascimento, de 34 anos.

Ele foi atropelado pelo empresário Rodolpho Gonçalves Carlos da Silva, que dirigia um automóvel Porshe, e ignorou a ordem de parada, acelerou, passou por cima do agente, e fugiu do local sem prestar socorro. O acidente aconteceu, por volta das 2h da manhã de sábado (21/1), em João Pessoa.

O empresário teve prisão preventiva decretada quase que imediatamente pela juíza Andréa Arcoverde, do 1º Juizado Especial Misto. No entanto, menos de doze horas após a decisão, o desembargador Joás de Brito, futuro presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, mandou soltar o empresário, antes mesmo do mandado de prisão ser cumprido.  

Rodolpho Carlos está ligado a um poderoso grupo econômico no Nordeste. Ele é filho do magnata paraibano dono do Grupo São Braz, que é um dos maiores produtores de café torrado do país. E é neto de José Carlos da Silva, ex-vice governador da Paraíba. Além do conglomerado de indústrias alimentícias, a família também é dona de empresas de comunicação locais - incluindo TV afiliada da rede Globo.  

NOTA

O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, informa que o paciente Diogo Nascimento de Souza, vítima de atropelamento, veio a óbito às 18 horas deste domingo (22). } No início da noite, foram realizados novos exames, que mostraram não mais haver fluxo cerebral, confirmando-se, portanto, o óbito do paciente.

O hospital informa também que comunicou aos familiares no início da noite e vem prestando assistência aos mesmos. Sabrina Bernardes

Diretora Geral Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena




MP pede reconsideração da decisão de desembargador

O Ministério Público da Paraíba, através do procurador de Justiça José Roseno Neto, entrou neste domingo com um pedido de reconsideração da decisão do desembargador Joás Filho de revogar a prisão temporária de Rodolpho Carlos, acusado de atropelar Diogo Nascimento.

Na madrugada de hoje (22), Joás revogou ordem de prisão decretada em primeira instância contra Rodolpho Carlos, que atropelou o agente de trânsito durante blitz da Lei Seca realizada na madrugada do sábado (21) na Avenida Argemiro de Figueiredo, no Bessa.




Redação






 
 
 



 

 

 

 

www.jornaldeverdade.com.br

  Jornalistas do Programa: Juarez Amaral
Paulo Roberto
Polion Araújo
Carlos Magno

Programa diário na Rádio Cidade Esperança - 1310 AM
Contatos pelo telefone: (83) 3349-2013 / (83) 3341-4999