HOME | GERAL | ESPORTES | POLÍTICA | CIDADES | SAÚDE | POLICIAL | INTERNACIONAL | FOTOS | VÍDEOS | TORPEDOS

 

...

08/01/2017
Saiba qual a diferença entre transtorno obsessivo da mania


Nem sempre ter manias periódicas significa que a pessoa tem TOC. O psicólogo clínico Hermes Moreno explica que grande parte da população tem alguma mania, como guardar alguns objetos, organizar a casa, desvirar a sandália, rezar antes de sair de casa e verificar se a porta está realmente fechada, mas o que diferencia uma simples mania do transtorno é o sofrimento, a angústia e até o medo que, juntos, interferem no cotidiano de quem tem TOC.

Para o médico psiquiatra Estácio Amaro é preciso ter cautela antes de identificar o TOC. “Há pessoas que apresentam personalidade obsessivo-compulsiva. Isto é, são obsessivas, perfeccionistas, rígidas e inflexíveis. Para que seja TOC é necessário causar algum prejuízo no funcionamento em uma ou mais esferas da vida do indivíduo”, alertou.

Hermes enfatiza que o TOC causa problemas sérios para quem sofre com a doença e até para seus familiares, podendo comprometer outras relações sociais e até incapacitar no trabalho. Os sintomas variam entre distorções de pensamento, das emoções, e comportamento. “Pacientes com esse transtorno se veem obrigados a manterem repetições infinitas de comportamentos, atitudes ou pensamentos para se livrarem das obsessões criadas pela mente”, disse.

O psicólogo conta que há casos em que as pessoas chegam a ferir as próprias mãos devido as inúmeras vezes em que chegam a lav-las, elas acreditam que assim vão conseguir se livrar dos germes que fazem parte apenas da cabeça de quem sofre com o transtorno. “As compulsões aliviam momentaneamente as obsessões e, consequentemente, a ansiedade. Mas quando terminam a execução dessas compulsões, a ansiedade, o medo e a angústia voltam a ocorrer”.

Redação






 
 
 



 

 

 

 

www.jornaldeverdade.com.br

  Jornalistas do Programa: Juarez Amaral
Paulo Roberto
Polion Araújo
Carlos Magno

Programa diário na Rádio Cidade Esperança - 1310 AM
Contatos pelo telefone: (83) 3349-2013 / (83) 3341-4999