HOME | GERAL | ESPORTES | POLÍTICA | CIDADES | SAÚDE | POLICIAL | INTERNACIONAL | FOTOS | VÍDEOS | TORPEDOS

 

...

02/01/2017
Espectros é hepta nordestino e Tropa vai à elite nacional

O Nordeste é da Paraíba. Pelo menos no futebol americano, que viu o João Pessoa Espectros e o Tropa Campina dominarem as duas conferências do esporte na região. Pois tanto a Superliga foi vencida pelo Espectros como a Liga (divisão de acesso) foi conquistada pela primeira vez pelo Tropa.

Os Fantasmas levantaram a taça na região pela sétima vez, agora em cima do Ceará Caçadores. Já o Tropa conquistou o seu primeiro título da história ao vencer o Maceió Marechais, em uma grande final.

Apesar de não conseguirem o bicampeonato nacional, os Fantasmas conseguiram estabelecer sua dinastia no Nordeste. Mas não foi um início fácil. O Espectros começou com o pé esquerdo ao perder para o Ceará Caçadores na estreia por 42 a 31, maior derrota sofrida pelo time de João Pessoa na sua história.

O time, contudo, se recuperou contra Vitória FA, Recife Pirates, Ufersa Petroleiros e América Bulls. E mesmo jogando sem o armador Rodrigo Dantas, que foi substituído por Vitor Ramalho, neste período o time marcou 166 pontos e sofreu apenas 15. Mas, como já dito, era um ano atípico, e em seu último jogo da temporada regular, o Rubro-Negro tropeçou novamente, desta vez, diante do Recife Mariners.

Os jogos finais, assim, foram longe de casa. E era a hora das revanches. Foi neste clima que o Espectros chegou às semifinais para enfrentar o Mariners, em Recife; e depois às finais para enfrentar o Caçadores, em Fortaleza. Venceram ambos e foram campeões.

No jogo decisivo, para lá de equilibrado, um show a parte do time especial. E o Espectros venceu o Caçadores por 16 a 8 e soltou o grito de campeão do Nordeste. A Dinastia Fantasma se mantinha intacta na região.

Nacionalmente, contudo, o título de 2015 não se repetiu em 2016. E justo no ano em que o campeonato nacional era realizado pela primeira vez de forma unificada, reunindo numa mesma competição os clubes do Torneio Touchdown e do Campeonato Brasileiro.

O título da conferência credenciava o Espectros para a semifinal nacional contra o campeão da Leste, no caso o Flamengo FA. O time paraibano foi até o Rio de Janeiro para tentar uma vaga na final, mas não conseguiu ser efetivo e foi eliminado ao perder por 25 a 10.

Tropa de Elite

Seguindo os passos do Espectros, o Tropa Campina também conseguiu uma boa campanha no Nordeste. Venceram a segunda divisão e conseguiu o acesso para a elite do futebol americano nacional. No próximo ano, segue os passos do Espectros e vai disputar a Superliga Nacional.

E que campanha, a do título. A equipe terminou a temporada regular de forma invicta e na liderança do Grupo B da Conferência Nordeste. O Tropa venceu o Roma Gladiadores por 14 a 8, o ABC Scorpions por 17 a 10, o Olinda Sharks por 15 a 14 e o Arcoverde Templários por 22 a 6.

Na semifinal, enfrentou o Náutico Horses e, de virada por 14 a 13, conseguiu chegar à final para a disputa do título e do acesso. Na decisão, contra os Marechais, o time paraibano fez uma partida quase perfeita, venceu pelo placar de 15 a 7, e coroou a campanha na competição, que chegou ao fim com seis vitórias em seis partidas disputadas.

Redação com G1






 
 
 



 

 

 

 

www.jornaldeverdade.com.br

  Jornalistas do Programa: Juarez Amaral
Paulo Roberto
Polion Araújo
Carlos Magno

Programa diário na Rádio Cidade Esperança - 1310 AM
Contatos pelo telefone: (83) 3349-2013 / (83) 3341-4999