HOME | GERAL | ESPORTES | POLÍTICA | CIDADES | SAÚDE | POLICIAL | INTERNACIONAL | FOTOS | VÍDEOS | TORPEDOS

 

...

30/11/2016
Goleiro do Botafogo tinha amigos na Chape


Em choque. E sem condições de falar muito sobre o assunto. Foi assim que o goleiro Michel Alves, que atualmente defende o Botafogo-PB, resumiu o seu estado de espírito de momento. O atleta disse que tinha quatro amigos dentro do avião da Chapecoense que caiu nos arredores de Medellín, quando levava a delegação catarinense para o jogo de ida da final da Copa Sul-Americana de 2016. Destes, três morreram.

Michel, que é de Pelotas, era amigo do volante Josimar, também nascido na cidade gaúcha. Além disso, ele já tinha jogado com o atacante Kempes no Ceará; e foi treinado por Mário Sérgio (que atualmente trabalhava como comentarista) no Ceará e no Internacional. De todos os seus amigos que estavam na Chape, o único que sobreviveu foi o lateral-esquerdo Alan Ruschel, companheiro do goleiro nos tempos de Juventude. “É muito difícil falar qualquer coisa neste momento. Não tenho ânimo nenhum. A tristeza é muito grande”, destacou o goleiro, que está de férias em sua terra natal.

Em seguida, o goleiro disse que o momento precisava ser de orações. Às vítimas e principalmente aos familiares destes. “Precisamos orar e pedir a Deus para fortalecer os familiares que ficam, porque estes sim sofrem muito"

Michel Alves já jogou no Criciúma e por causa disto tem experiência no futebol de Santa Catarina, de onde também é a Chape. Ele, no entanto, se resumiu a estas poucas declarações; se disse extremamente consternado com a notícia; e explicou que não teria condições de analisar de forma mais prolongada toda a tragédia.

Redação com G1






 
 
 



 

 

 

 

www.jornaldeverdade.com.br

  Jornalistas do Programa: Juarez Amaral
Paulo Roberto
Polion Araújo
Carlos Magno

Programa diário na Rádio Cidade Esperança - 1310 AM
Contatos pelo telefone: (83) 3349-2013 / (83) 3341-4999