HOME | GERAL | ESPORTES | POLÍTICA | CIDADES | SAÚDE | POLICIAL | INTERNACIONAL | FOTOS | VÍDEOS | TORPEDOS

 

...

13/10/2016
JP pode alcançar hoje o índice extremo de radiação. Confira a previsão para os próximos dias






João Pessoa é uma das capitais brasileiras em que o índice de radiação ultravioleta provenientes do Sol já está alto, o que exige mais cuidados com a saúde. A capital paraibana, nesta quinta-feira, apresenta o nível considerado extremo de radiação podendo alcançar o índice 12. O Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) alerta que acima de 11 os índices são classificados como intensos. Confira também a previsão para os próximos dias.

João Pessoa tem previsão de índices altos para os próximos dias. Durante todo o mês, esses números continuarão altos, tanto em João Pessoa, quanto em demais cidades do Estado. Em Campina Grande, por exemplo, a máxima prevista para radiação UV também é 12, situação extrema. As cidades em que os números são maiores estão localizadas no Sertão, como Patos, Sousa e Cajazeiras.

De acordo com CPTEC, esses índices são medidos pela intensidade da radiação UV e produz efeitos sobre a pele humana. Os raios ultravioletas estão presentes, principalmente, na luz do Sol, e a exposição constante aos raios solares pode constituir o câncer de pele, que segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca) é o mais frequente no Brasil e corresponde a 30% de todos os tumores malignos registrados no País. Dividido em dois tipos, o melanoma, que não depende da ação cumulativa dos raios, mas de uma exposição alternada que possa causar queimadura solar, e não melanoma, que aparece com mais frequência em regiões comumente expostas ao sol, como orelhas, rosto, pescoço e antebraço. A estimativa do Inca é de 181.430 novos casos em 2016, incluindo homens e mulheres.

O Inca alerta ainda que as pessoas que se expõem ao sol de forma prolongada constituem o grupo com maior risco de contrair o câncer, principalmente aquelas de pele, cabelo e olhos claros. Comumente, crianças se expõem anualmente ao sol três vezes mais que adultos. Pesquisas do instituto indicam que a infância é uma fase particularmente vulnerável aos efeitos nocivos do sol e a exposição cumulativa e excessiva durante os primeiros 10 a 20 anos de vida aumenta muito o risco de câncer de pele na fase adulta ou velhice.

Para a prevenção do câncer de pele e de outras lesões provocadas pelos raios UV, é necessário evitar a exposição ao sol sempre que possível, principalmente nos horários mais intensos, ou seja, das 10h às 16h.

Apesar de não causarem queimaduras, os raios ultravioleta do tipo UVA causam sérios danos nas fibras de colágeno, causando o envelhecimento precoce, pois conseguem atingir as camadas mais profundas da pele. Os do tipo UVB causam queimaduras na pele e vermelhidão.

Previsão para os próximos dias na capital de raios UV:

Dia..................... (máxima prevista)... Situação

Sexta-feira

14/10............................. 12.................Extremo

Sábado

15/10............................. 12.................Extremo

Domingo

16/10.............................12.................Extremo

Segunda-feira

17/10............................. 12.................Extremo

Terça-feira

18/10............................. 12.................Extremo

Redação com CPTEC





 
 
 



 

 

 

 

www.jornaldeverdade.com.br

  Jornalistas do Programa: Juarez Amaral
Paulo Roberto
Polion Araújo
Carlos Magno

Programa diário na Rádio Cidade Esperança - 1310 AM
Contatos pelo telefone: (83) 3349-2013 / (83) 3341-4999